A candidíase peniana ou ” micose no pênis” é uma doença comum que acomete homens de todas as idades, atinge principalmente os que estão com a imunidade baixa ou aqueles que não tenham feito a circuncisão.

As principais causas da candidíase peniana é a diabetes, já que a doença afeta diretamente o sistema imunológico do indivíduo. No entanto, outras condições mais graves de saúde podem ser responsáveis pela aparição vírus, como é o caso do Lúpus e do vírus HIV.

Fatores menos nocivos como o estresse, má alimentação,  excesso de açúcar na alimentação , uso de drogas, quimioterapia, uso frequente de antibióticos, corticóides e antidepressivos também são algumas das causas da candidíase peniana.

O que é candidíase peniana?

A candidíase peniana não se pega, ou seja, ela não é transmissível. A doença é resultado da ação de um fungo chamado ” Cândida Albicans” podendo atingir os órgãos genitais e a boca.

Em casos graves, a candidíase peniana pode afetar órgãos internos e também o sistema nervoso central.

Os principais sintomas da candidíase peniana são:

  • Corrimento branco, semelhante a leite coalhado;
  • Ardência ao urinar,
  • Cheiro forte;
  • Lesões no pênis;
  • Dores nas relações sexuais;
  • Surgimento de placas brancas na região genital;

A candidíase peniana tem cura, geralmente todos os sintomas desaparecem após 2 semanas de tratamento.

/

Compartilhar no:

Categoria: Tag:

Descrição

Tratamento da candidíase peniana

O indivíduo que detectar alguns dos sintomas acima e suspeitar da candidíase peniana deve procurar um médico para avaliação clínica. Havendo necessidade, o especialista pode colher uma amostra do corrimento para verificação em laboratório para detectar a presença de fungos.

O tratamento da candidíase peniana é simples, é feito por meio de medicamentos antifúngicos, geralmente à base de itraconazol, nistatina e cetoconazol. Essas substâncias podem ser encontradas em formato de comprimidos e também de pomadas.

Entretanto, somente o urologista poderá avaliar qual é a melhor forma de tratamento com base na avaliação da região afetada pelo fungo.

A candidíase peniana não é uma doença grave, no entanto, se não tratada pode haver complicações como: Feridas e infecções mais graves.

Ao coçar, o fungo pode invadir a corrente sanguínea e causar ” candidemia”, uma importante infecção no sangue que merece bastante atenção, pois é nociva à saúde.

Durante o tratamento da candidíase peniana é fundamental evitar relações sexuais, não fumar, beber bastante água, consumir menos açúcar e manter uma alimentação balanceada.

As formas de prevenir a candidíase peniana são:

  • Manter uma boa alimentação para fortalecer o sistema imunológico;
  • Higienizar bem as áreas íntimas;
  • Jamais deixar as áreas íntimas molhada, seque-as bem após o banho;
  • Evitar o uso de calças muito apertadas que abafem a região;
  • Reduzir o consumo de açúcar e álcool;
  • Controlar a diabetes ( caso seja portador da doença);
  • Usa preservativo nas relações sexuais;

Realizando o tratamento corretamente com o urologista, dentro de poucos dias a candidíase peniana está totalmente curada. Todavia, é possível que o fungo ataque de forma recorrente, por isso, é importante seguir as dicas de prevenção.

Insert the name
Insert a valid email
Insert a message

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Candidíase Peniana”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *