A AIDS – Sida é uma doença sexualmente transmissível causada pelo vírus HIV ( Vírus da Imunodeficiência Humana). O agravante desse vírus é que a sua ação é atacar o sistema imunológico do paciente, fazendo que as defesas do seu organismo sejam severamente atingidas.

A contaminação da AIDS – Sida  acontece através do sangue, líquido seminal, sêmen e também nas secreções vaginais e do leite fazendo com que a mãe transmita o vírus para o bebê no ato da amamentação.

É importante dizer que o HIV não é a mesma coisa que a AIDS- Sida. Existem muitos pacientes que são soros positivos, ou seja, tem HIV, mas que vivem muitos anos normalmente sem manifestar a AIDS e seus sintomas. No entanto, ainda podem transmitir o vírus para outras pessoas.

O que é AIDS – Sida?

A AIDS – Sida não tem cura, é uma doença crônica, considerada grave, pois afeta o sistema auto imune do paciente podendo levá-lo à morte se não tratada adequadamente.

Quando uma pessoa tem AIDS, o seu sistema de defesas do organismo fica muito fraco, portanto, propenso adquirir inúmeras doenças, desde pequenas infecções como gripes e resfriados até patologias mais graves, como o câncer.

As células destruídas pelo vírus são os linfócitos, é justamente fazendo a alteração de DNA dessa célula que o HIV realiza inúmeras cópias de si mesmo. Isso quer dizer que ele vai se multiplicar rompendo essas células com o objetivo de buscar outras para continuar a infecção.

As doenças oportunistas que acometem um paciente com AIDS – Sida são a grande preocupação, pois algumas dessas doenças jamais afetariam uma pessoa com o sistema imunológico saudável.

Os principais sintomas da AIDS Sida são:

  • Aumento dos linfonodos;
  • Calafrios;
  • Sudorese noturna;
  • Emagrecimento sem fazer dietas;
  • Febre alta, acima de 38 graus por várias semanas consecutivas;
  • Cansaço;
  • Visão turva;
/

Compartilhar no:

Categoria: Tag:

Descrição

  • Dores de cabeça;
  • Lesões na língua e na boca;
  • Diarréia constante;
  • Inchaços;

Esses sintomas podem piorar se o paciente não buscar ajuda médica. Inclusive, caso uma doença oportunista aparecer, outros sintomas decorrentes dela podem acometer o organismo.

Tratamento da AIDS – Sida

A medicina avançou muito nos últimos anos, portanto, mesmo que a AIDS – Sida não tenha cura, ela possui controle. É possível ter uma vida normal, desde que o paciente se submeta ao tratamento para que a doença não avance.

O tratamento da AIDS utiliza uma combinação de medicamentos, que também é chamado de ” coquetel”. São antirretrovirais que ajudam o organismo a combater o vírus e impedir transformações corporais.

Os medicamentos utilizados no tratamento da AIDS são muito eficientes, pois conseguiram reduzir de uma forma significativa a mortalidade e também das doenças oportunistas. Basta comparar o índice de mortes decorrentes do vírus nos anos 80 e atualmente.

A grande pandemia da AIDS matou mais de 25 milhões em todo o mundo. Mas, à partir de 1996 surgiu o tratamento que aumentou a sobrevida dos pacientes. No entanto, os altos índices de contaminação ainda continuam, pois as pessoas ainda não tomam os devidos cuidados.

As principais formas de prevenção da AIDS – Sida são:

  • Usar preservativo nas relações sexuais;
  • Não compartilhas agulhas, seringas, alicates de manicure;
  • Gestante contaminada deve ter acompanhamento médico para não transmitir a AIDS para o bebê;
  • Verificar a qualidade do sangue em caso de transfusão;

Não é possível pegar AIDS através do beijo, aperto de mão, uso de talheres, copos, toalhas, piscina, banheiros, suor, lágrimas ou pelo ar.

Para o diagnóstico da AIDS é realizado um exame laboratorial chamado de “Teste Elisa” que investiga os anticorpos contra o HIV no sangue do indivíduo. O início do tratamento da AIDS começa à partir da sua descoberta.

Insert the name
Insert a valid email
Insert a message

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “AIDS (SIDA)”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *